O Ecodesign como estratégia de desenvolvimento de competências profissionais e empreendedoras

O profissional de sustentabilidade tem uma importância fundamental no desenvolvimento de projetos nos diferentes segmentos de produção de produtos e serviços. A área ambiental é uma das mais promissoras e vem se ramificando em novas profissões, dentre elas, a figura do ecodesigner, seja para desenvolvimento de projetos de produtos, serviços e processos, como também na gestão de sustentabilidade dentro das empresas, e no lançamento de novas iniciativas empreendedoras.

O ecodesigner é um profissional com competência para entender cenários complexos, avaliar impactos de empreendimentos de forma sistêmica, traçar critérios de sustentabilidade para projetos e encontrar soluções criativas para impedir a contaminação de solo,dos lençóis freáticos e do ar, a escassez de recursos, preservar e conservar a biodiversidade de sistemas naturais assim como bens imateriais, além de incluir a cultura de povos tradicionais.

Da mesma forma, empreendedores de seu próprio negócio, precisam desenvolver competências de caráter humano e técnico, que os prepare para poder olhar sistemicamente e aplicar soluções sustentáveis para seus empreendimentos.
A sociedade e, consequentemente, o consumidor está cada vez mais consciente e exigente da qualidade do que consome, não apenas pelo impacto que este terá em sua vida pessoal, mas pelo impacto gerado por seu processo produtivo na sociedade e nos sistemas naturais. Este aumento de consciência e mudança de comportamento social vem como consequência da maior evidência em relação aos impactos gerados pelo consumo no mundo, o que exige de profissionais e empreendedores, um olhar cada vez mais sensível, uma mente cada vez mais criativa, as habilidades técnicas e a atitude necessária para idealizar, planejar e executar projetos que integrem as diferentes dimensões da sustentabilidade e, desta forma, seja lucrativo para todos, para o empreendedor, para a sociedade e para o planeta, destaca Bernadete Brandão, ecodesigner e diretora da escola Design ao Vivo

Esta evolução do entendimento sobre o que é sustentabilidade e todas as competências necessárias para a aplicação correta deste conceito, vem trazendo a necessidade de novas referências e modelos de desenvolvimento de projetos.

As dimensões da sustentabilidade nos processos e serviços, proposto por Ignacy Sachs, propõem os eixos desta visão sistêmica e articulada.

Esta visão mais ampla, que contempla outros aspectos além das dimensões social, econômica e ambiental, permite ao profissional mais possibilidades de avaliar o real impacto que um projeto, seja ele de produto ou serviço, podem gerar.

Formação em Ecodesign

No dia 6 de abril a Design ao Vivo lançará a terceira edição do Programa de Ecodesign. O curso é coordenado pela ecodesigner curitibana Bernadete Brandão e terá a participação de professores de todo o país. Serão 13 módulos no total, sendo dez módulos de aulas teóricas e três módulos para a execução de um projeto aplicado na prática na forma de projeto e seminários orientados por tutores e mentores. “Estes professores trarão a inspiração para alimentar os grupos de aprendizagem e prática”, comenta a especialista.

No conteúdo programático da formação estarão temas como a Economia na forma de compreender ‘uma outra economia’ a do Capitalismo natural, a da Economia Solidária, Ecologia, Ética Profunda, Consumo e Mercado ético, bem como diferentes temáticas e ferramentas do Design, como o EcoDesign Thinking, Slow Design, Biomimetismo e Criatividade, Design e Inovação Social, entre outras. Entre as ferramentas de reflexão estão a Meditação e Rodas de conversas e diálogos em grupos de aprendizagem.

A proposta é um curso onde o aluno seja protagonista do seu próprio desenvolvimento, sendo capaz de fazer escolhas valorizando a integralidade do ser humano, bem como, sua visão de mundo, suas vivências e experiências.

O programa é voltado para líderes empreendedores de novos negócios ou que empreendem internamente em uma organização. Entusiastas, ativistas, criativos, planejadores, gestores. Profissionais e graduandos de várias áreas de formação, consultores e profissionais graduados nas áreas de Design, Engenharia, Arquitetura, Inovação Social, Economia, Biologia, Comunicação, Marketing e Humanas.

LANÇAMENTO:

O Programa de Ecodesign tem início no dia 7 de abril e no dia 6 de abril a Design ao Vivo irá oferecer uma aula inaugural aberta a todos.

CONFIRA A AGENDA DE ATIVIDADES:

6 de abril
Programa de Ecodesign – Aula Inaugural
Palestra Ecodesign,nutrindo a felicidade, com bernadete brandão
Horário: 19 horas
Local: Sede do IBQP – R. Dr. Corrêa Coelho, 741 – Jardim Botânico, Curitiba – PR, 80210-350

Dias 7, 8 e 9 de abril – Módulo 1 – Parâmetros para o Ecodesign e a Sustentabilidade
Local: Sede da escola Design ao Vivo – Rua Dom Alberto Gonçalves, nº 556 esquina com Paulo Graeser Sobrinho, Mercês.

BERNADETE BRANDÃO

Coordenadora da escola Design ao Vivo – Escola de Formação em Ecodesign, Biomimetismo, Métodos para o Design Sustentável e outros cursos e práticas ligados a sustentabilidade. É designer de produto, formada pela Universidade Federal do Paraná (1983), autora premiada de diversos produtos ecossustentáveis e consultora de empresas em gestão do design, design estratégico e design sustentável.

INFORMAÇÕES:

E-mail: contato@designaovivo.com.br
Tel/whatsapp : 41.988189989
Site: www.designaovivo.com.br
Facebook: https://www.facebook.com/designaovivo/?fref=ts

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.